fbpx

Você está tentando emagrecer treinando Jiu Jitsu. Você corta o açúcar, está fazendo seu exercício físico e aumentou o consumo de vegetais. Ainda assim você não vê resultados e começa a se perguntar se Jiu Jitsu emagrece ou não.

Se você está tentando perder peso, provavelmente já começou a comer menos, exercitar-se mais, escolher a sua “dieta”, evitar a gordura, etc. Talvez você tenha feito tudo isso, mas ainda não está satisfeito com o que vê no espelho. Ou você até teve resultados a curto prazo, mas o peso continua voltando e você se sente em um mato sem cachorro.

Pois bem, para ser capaz de perder o peso pra valer, é importante compreender que tanto uma dieta aconselhada de forma errada,  bem como hábitos de vida nocivos podem realmente atrapalhar o seu sucesso. É muito importante para emagrecer treinando Jiu Jitsu se informar com quem realmente entende deste assunto. Não negligencie a ajuda dos profissionais da área. Uma visita a um especialista fará a diferença na sua dieta e na balança.

O post de hoje fala sobre os hábitos que podem acabar com sua dieta, a curto, médio e longo prazo. Além disso, trás dicas práticas e pontuais que podem fazer você finalmente atingir aquele objetivo que tanto almeja. Aqui estão cinco erros comuns que podem facilmente minar os seus esforços para emagrecer:


1. Jiu Jitsu emagrece com dieta de impacto?

Comer menos calorias ao longo do tempo pode diminuir a sua taxa metabólica. Além de estragar sua saúde e disposição ao longo do dia, o seu emagrecimento irá emperrar. Você irá perder peso no começo, mas, em seguida, o processo desacelerá e poderá até inverter!

Estudos comprovam que um corte exagerado no consumo de calorias irá fazer com que o corpo busque estocar energia. O seu metabolismo entenderá que há pouca disponibilidade de alimentos, armazenando as calorias na forma de gordura.

Portanto, ao invés de cortar suas calorias de forma excessiva, mantenha o seu metabolismo em alto funcionamento. Não reduza suas calorias para além de 250 a 500 por dia. Coma refeições equilibradas e faça lanches em intervalos regulares, evitando criar a sensação de fome intensa devido a longas horas sem comer. A reeducação alimentar é a melhor forma de ter uma vida mais saudável.

#DicaDoMestre nº1: Nunca treine em jejum! Além de potencializar o risco de lesões, tonturas e câimbras, essa prática irá sabotar o seu emagrecimento. Também evite pular a refeição pós-treino, especialmente se ela for a última do dia. Comer depois de um treino é muito importante para reintegrar o corpo e curar as micro lesões causadas durante o treino de Jiu Jitsu.

2. Um pouquinho disso, um pouquinho daquilo…

Você se mantém atento na hora das refeições, mas você está realmente consciente de todas as calorias que consome? Talvez o grande vilão que te impede de emagrecer seja quase invisível aos olhos. Um acúmulo de pequenas quantidades de calorias ao longo das refeições poderá se tornar um montante muito grande ao final do dia.

Um punhado extra de castanhas, batatas fritas ou um montão de maionese pode facilmente adicionar 100 calorias à sua dieta. E o que acontece com o leite em seu café, ou beliscar enquanto cozinha? Cortar todas essas calorias sorrateiras pode fazer a diferença.

Que tal, no próximo dia, fazer um esforço para contar todas as possíveis calorias a mais na sua dieta? Você poderá se surpreender com os resultados!

3. Comer alimentos saudáveis em excesso

Ok, você usou abacate para substituir a maionese no seu sanduíche, passou a comer somente pão integral, e trocou o arroz branco para o integral também. Mas você está calculando suas porções? Só porque um alimento é saudável não significa que você pode descontar as calorias. Não caia no conto de que, ao comer apenas frutas e verduras, você irá emagrecer. Certifique-se de que você está levando em conta todas as calorias ingeridas, não importa a fonte delas.

As frutas são um grande exemplo disso. É inegável o poder do consumo de frutas na melhora da qualidade de vida. Seja na prevenção de doenças, na manutenção da energia e do bom humor, dentre outros benefícios, o seu consumo é indispensável em qualquer dieta. Porém, quando falamos em emagrecimento, o excesso das mesma pode ser prejudicial.

A frutose, principal carboidrato das frutas, é classificada como um carboidrato simples. Isso se deve ao fato de que o corpo, ao ingerir uma maçã ou banana, tem maior facilidade em absorver a cadeia de carboidratos desse açúcar. Dessa forma, os picos de insulina, responsáveis pelo armazenamento de gordura, são maiores. Ou seja, se você não utilizar logo essa energia, ela será estocada em forma de gordura, justamente aquilo que você estava evitando para poder emagrecer.

Não estamos dizendo para vocês cortarem de vez o consumo alimentos saudáveis. A perda de peso não deve nunca ser prioridade frente a sua qualidade de vidaPorém, controlar a quantidade de consumo dos mesmos pode ser a mudança que dará jeito de vez na sua dieta!

4. Não levar em conta as calorias líquidas

5 habitos que fazem você não emagrecer treinando jiu jitsu

As calorias líquidas do álcool, vitaminas, cafés, sucos e refrigerantes podem realmente adicionar muitas carga ao seu corpo. Esse resultado, se prestarmos atenção, fica bastante evidente. Pela facilidade de ingestão, muitas vezes nos excedemos na quantidade de energia que consumimos na forma líquida.

Quantas vezes, após um final de semana onde tomamos algumas cervejas, vemos a diferença na balança e no visual? Além de aumentar a retenção de líquidos, o álcool também potencializa a formação de tecido adiposo no nosso corpo. Portanto, não é nenhum mito dizer que aquela cervejinha de final de semana vá te deixar com uns quilos a mais.

Dessa forma, é muito importante ficar atento não apenas com aquilo que comemos, mas com o que tomamos. Lembrando que beber água é normalmente a melhor solução.

#DicaDoMestre nº 2: Evite os sucos! Apesar dos diversos benefícios que os sucos de frutas trazem ao corpo, as calorias líquidas “enganam” a sua sensação de saciedade.  Quem já experimentou comer 10 laranjas de uma vez? Talvez você se saciado antes da última unidade. Porém, se você experimentar fazer um suco com as mesmas laranjas, não será difícil bebê-lo em uma única refeição.

5. Tirar “férias” durante os finais de semana

Boa parte dos nutricionistas recomendam a prática dos offs – refeições “não-programadas” – durante dietas mais rígidas. Não há nada de errado em fugir do rotina uma vez ou outra. Essa prática pode ser benéfica na perda de peso, principalmente quando consegue manter o indivíduo mais focado na dieta durante mais tempo e com menor esforço.

No entanto, não tire o seu final de semana inteiro como off, pois quando as refeições sujas são excessivas, o efeito é contrário. Ao exceder, sucessivas vezes, os limites estabelecidos por seu nutricionista, você estará jogando fora todo o seu esforço posterior. A cada passo a favor do seus objetivos, você estará dando mais um passo contrário. Ao final de meses ou anos de dieta, você terá andando em círculos e os resultados não serão satisfatórios.

A maioria das pessoas subestimam o quanto realmente comem aos sábados e domingos, nos almoços de família, churrascos com amigos, pizzas de sábado à noite, e por aí vai. É fácil abusar, pensando que você só vai voltar à dieta na segunda-feira. Portanto, se você assumiu um compromisso sério com a sua perda de peso, mantenha controle sobre o que você come e bebe sete dias por semana.

#DicaDoMestre nº 3: Procure um nutricionista! Acima de tudo, antes de iniciar qualquer programa de emagrecimento, aconselhe-se com um médico ou profissional de nutrição. Isso é um grande passo para garantir assim o melhor resultado possível. Lembre-se que este post é apenas informativo. Só um profissional da área irá saber o que é realmente eficiente e saudável para você!


E aí, o que achou das dicas? Será que você se identificou com algum dos problemas citados? Ainda tem dúvidas se Jiu Jitsu emagrece? Se gostou, deixe seu comentário abaixo! Também não se esqueça de visitar o BJJ Nerd no Facebook, Instagram e Youtube.

Jiu Jitsu Emagrece? 5 hábitos que te fazem NÃO emagrecer treinando Jiu Jitsu

Deixe uma resposta