fbpx

O glúten é uma proteína que sempre foi consumida e está presente naturalmente em vários cereais, tais como farinha de trigo, cevada, aveia, malte e centeio. Consumimos essa proteína diariamente sem percebermos, através dos pães, bolos, torradas e muito outros alimentos que fazem parte de nossa rotina alimentar. Mas por que ultimamente tanto se fala como um vilão da alimentação?

Simples, tudo começou com a exclusão do glúten em vários alimentos para atender a população com doença celíaca, que são alérgicas ao glúten. Desta forma muitas pessoas começaram a adotar uma alimentação gluten-free, baseando-se na dieta dessas pessoas celíacas que emagreceram ao abolir essa proteína da alimentação.


Doença celíaca

Uma pessoa com doença celíaca tem alergia ao glúten. Bem diferente de como se tem dito por aí, uma coisa é ser intolerante, outra é ter a doença celíaca. Quando o celíaco consome alimentos com glúten seu sistema imunológico reage. Dessa forma o funcionamento intestinal acaba sendo prejudicado, podendo ocorrer diarreia, inchaço, dor, e distensão abdominal. A única alternativa para sanar o problema é abolir o glúten.

Já, aquela pessoa que é intolerante ao glúten, tem indisposições, inchaços. Ainda sim, não há nada que lhe impeça de consumir alimentos com a proteína com moderação.

Você conhece os Whey Protein? Descubra qual o melhor tipo desta proteina e como pode ajudar na sua saúde aqui.

Função do glúten nos alimentos

glúten

O glúten é uma proteína encontrada naturalmente nos cereais, e confere aos alimentos a elasticidade. Um exemplo muito bom acerca disso é quando se sova o pão e a massa fica bem maleável. É graças ao glúten que o pãozinho de cada dia fica bem com um aspecto “fofo” e saboroso.

Abolir o glúten da alimentação é saudável?

Não. Apenas com indicação médica, e no caso de doença celíaca. Segundo especialistas, alimentos com esta substância trazem benefícios para a saúde. Alimentos que contém a proteína fortalecem o sistema imunológico, melhoram a flora intestinal, ajudam no controle da glicemia e triglicérides e aumentam a absorção de minerais e vitaminas.

O ideal é ter equilíbrio ao se alimentar, e não exagerar nas porções. A retirada completa do glúten da alimentação só está indicado para quem tem a doença celíaca, que deverá ser acompanhada por um nutricionista, que fará as devidas substituições para que a alimentação se mantenha saudável e balanceada.

Não consumir glúten emagrece?

Nada comprova essa tese, apesar de existir muita gente tirando este elemento da dieta para emagrecer. Logicamente, se o indivíduo parar de comer alimentos ricos em carboidratos, como pão batata, arroz, aveia, biscoitos, etc , a tendência é emagrecer mesmo. O emagrecimento ocorre porque houve uma diminuição na ingestão de alimentos. Um alimento ser livre de glúten não significa que este é menos calórico.

Na verdade, o glúten tornou-se um alimento polêmico. Alguns médicos defendem a tese de que faz mal e acham que o melhor é procurar os ditos gluten-free, outros afirmam que o trigo, a cevada, e a aveia são e sempre serão alimentos supersaudáveis e que devem fazer parte de uma alimentação equilibrada. Cabe a nós diante de tantas divergências saber o que nos faz bem e o que nos faz mal!

Agora que você sabe um pouco mais sobre glúten, confira os fundamentos da Dieta Gracie clicando aqui.

Você tem sua opinião sobre o glúten? Concorda que ele deve ser excluído da alimentação? Ou é necessário somente moderação? Dê sua opinião nos comentários!


Se gostou, deixe seu comentário abaixo! Também não se esqueça de visitar o BJJ Nerd no Facebook, Instagram e Youtube.

Glúten: Descubra como ele afeta seu organismo

Deixe uma resposta