fbpx

Com o início do Campeonato Mundial da IBJJF (International Brazilian Jiu Jitsu Federation) em maio, é dada a largada para mais uma temporada de Jiu Jitsu. Para se ter ideia do tamanho da entidade este não é o único World Championship da maior federação do esporte. Normalmente realizado em agosto, o World Masters Jiu Jitsu Championship é um outro grande campeonato de Jiu Jitsu.

Sempre são batalhas difíceis de travar mas muito bonitas para o publico presente. Em todos estes eventos são muitos acontecimentos marcantes para os amantes do Jiu Jitsu assistirem e viverem o momento. Assistir a menos de 30 metros uma batalha entre Leandro Lo e Marcus Almeida Buchecha é algo inexplicável.

Para todos os praticantes com mais de 30 anos, o Mundial Masters é o lugar onde o seu Jiu Jitsu deve ser testado. No ano passado foram consagrados campeões lendas como Rômulo Barral, Rafael Lovato Jr. (peso e absoluto Master 1) e Roberto “Gordo” Godoi (peso e absoluto Master 3).

Acontece, porém, que estes campeonatos serão nos Estados Unidos da América. E, além destes eventos temos o Mundial de Abu Dhabi, Europeu, Pan Americano… Por isso podemos ficar com a sensação de que o Jiu Jitsu está longe de mais da gente. Felizmente, a Aghito Viagens, agência especializada em viagens personalizadas individual e para grupos, vai nos ajudar a chegar lá com algumas dicas matadoras.

Neste post abordaremos 10 passos que você deve dar para chegar em qualquer lugar com o Jiu Jitsu. A viagem pode sair mais barata do que você imagina, e com o planejamento financeiro como aliado você pode atingir este sonho. Descubra agora o que você precisa saber para participar de um dos maiores eventos de Jiu Jitsu do mundo.


1. Passaporte

Gasto Médio: R$ 257,25

O primeiro passo para uma viagem internacional é tirar o passaporte. Muito mais fácil do que pode parecer, o processo consta do agendamento, comparecimento a Polícia Federal e retirada do passaporte. Para te deixar ainda mais tranquilo este processo, a Aghito Viagens escreveu um post Saiba como tirar seu passaporte em simples 8 passos. Uma agência de viagem também pode te ajudar a sair com o documento em mãos.

2. Visto (B2)

Gasto Médio: USD 160,00

É rápido e fácil solicitar um visto de não-imigrante (turismo). O governo norte-americano emite os vistos através da Embaixada em Brasília e dos Consulados em Recife, Rio de Janeiro e São Paulo. As condições de entrevista e agendamento podem ser diferentes dependendo da cidade escolhida.

Veja aqui o passo-a-passo

  1. Completar o formulário online de solicitação de visto, DS-160. O DS-160 é um formulário online do governo americano e pode somente ser preenchido em https://ceac.state.gov/CEAC.
  2. No site de agendamento completar as seguintes etapas de solicitação para agendar uma entrevista com a Seção Consular:
    • Agendar sua visita ao CASV e sua entrevista no Consulado, caso seja necessária. Os agendamentos podem ser efetuados online através do site, do Call Center ou Skype. Em Brasília, Rio de Janeiro e Recife, dependendo da disponibilidade de vagas, é possível fazer os agendamentos para o CASV e Embaixada/Consulado no mesmo dia.
  3. Comparecer ao CASV no dia agendado, com a confirmação do formulário 160 (documento com código de barras), o passaporte e o comprovante de pagamento da taxa. Lá, serão recolhidas as impressões digitais e será tirada uma foto
  4. Comparecer à entrevista na Seção Consular levando o passaporte e a página de confirmação do formulário DS-160.
    Dica do Agente de Viagem: Vale levar também documentos que mostrem vínculos com o Brasil e que comprovem que o solicitante pretende deixar os EUA depois da visita. Não há uma lista oficial de documentos desse tipo, mas alguns exemplos são: carteira de trabalho, declaração de imposto de renda, holerite, certidão de casamento, extratos bancários, passaportes anteriores, documentos de veículos, escrituras, cartas de empregadores ou instituições que estejam convidando para a viagem.
  5. O solicitante receberá o visto em até dez dias úteis após a entrevista. Para checar o status da solicitação acesse este link: https://ceac.state.gov/CEACStatTracker/Status.aspx
  6. Para mais informações sobre a solicitação de visto, consulte a página http://brazil.usvisa-info.com.

Se preferir contate uma agência confiável que fará todo o processo de agendamento de visto para você.

3. Requerimentos do Campeonato de Jiu Jitsu

Gasto Médio: R$ 50,00 até R$ 500,00

Para lutar alguns campeonatos de Jiu Jitsu é necessário cuidar com alguns detalhes. A filiação com a IBJJF, por exemplo, deve estar em dia para conseguir fazer a inscrição dos campeonatos organizados pela entidade. Os preços variam de acordo com a idade, faixa e, tirando casos específicos, em geral não passam de R$ 50,00. É importante se manter filiado a maior instituição do Jiu Jitsu durante a prática do esporte, podendo participar não só deste mas de qualquer outro evento da sua organização.

Uma vez com regular com a federação, fique atento se todos os atletas a partir podem participar deste evento. Existem campeonatos que exigem eliminatórias, convite ou pontuação para que você possa lutar. Dois exemplos são o mundial de Jiu Jitsu, que na faixa preta requer 50 pontos, e o Mundial Master, somente para praticantes com mais de 30 anos.

#DicaDoMestre Nº1: Cuidado com ao câmbio! A moeda pode encarecer a inscrição de um campeonato. Eventos da UAEJJ normalmente são cobrados em dólar, assim como eventos internacionais da IBJJF.

4. Passagem Aérea

Gasto Médio: De R$ 200,00 até R$ 3.000,00

Este item pode ser um dos mais caros do pacote. O preço de uma passagem aérea pode variar muito pelo destino. Um voo de Florianópolis para São Paulo é muito mais barato do que para Los Angeles, nos Estados Unidos. Períodos de alta temporada (Final do ano e no mês de Julho) também causam um aumento nas tarifas devido a busca por viagens nestas datas festivas.

Com um bom planejamento fica fácil de encontrar a melhor passagem por um preço bastante justo. Mas lembre-se que não existe milagres, apenas promoções. Estar atento as oportunidades das companhias aéreas ou encontrar uma agência de viagem parceira são soluções que podem te trazer muita economia. Com o conhecimento em viagem e foco para comprar no lugar certo é possível reduzir este valor em até 40%.

5. Hospedagem

Gasto Médio: Grátis até R$ 700,00 por dia

Uma das principais dúvidas do turista é justamente saber aonde ficar. Buscar um hotel que você se sinta bem a um preço acessível pode ser uma tarefa difícil. Com isso em mente, é sempre é importante manter o foco e não se perder na imensidão da cidade. Estar atento a localização do campeonato de Jiu Jitsu, academias para treinar e pontos turísticos (claro) facilitará muito a sua estadia.

Você pode escolher ficar em um hotel, casa de amigos ou academias, isso depende muito de quanto você quer gastar. Dividir com amigos que fazem parte do mesmo grupo  de viagem pode ser um ótimo investimento pela comodidade. Busque opções e descubra o que se encaixa mais no seu perfil.

#DicaDoMestre Nº2: Busque outras opções! Uma alternativa para quem quer viajar é o aluguel de um apartamento ou casa pelo Airbnb.  Além de muitas vezes sair mais barato, tem mais privacidade, uma cozinha (Este é um ponto que falarei com mais detalhes no tópico #6) e espaço extra facilita muito a estadia.

6. Seguro de Viagem

Gasto Médio: Grátis por alguns cartões de crédito até USD 30,00 por dia

Muitas vezes esquecido, este é um item indispensável em qualquer pacote de viagem. O risco de se machucar é bastante real, afinal, você está indo para um campeonato de Jiu Jitsu. Para não tomar um susto com uma conta médica em um pais como os Estados Unidos (que é famoso pelo seu caríssimo sistema de saúde), o  seguro de viagem cobre todos estes custos.

Outros benefícios do seguro são pagamento por malas extraviadas, furto e atrasos ou cancelamentos de voos. Você não quer perder aquele seu kimono favorito, quer? Estar atento a modalidade do seguro contratado é muito importante. Muitas vezes o barato sai caro, então tenha de forma bem clara como acionar e utilizar o seguro de viagem no exterior.

#DicaDoMestre Nº3: Escolha o com cobertura para esportes! Na hora de contratar, não se esqueça de escolher um que abrange lesões com esportes para não o tratamento não doer no bolso.

7. Transporte

Gasto Médio: Desde gratuito até R$ 500,00 por dia

Existem algumas formar de se deslocar nas mais diversas cidades do mundo. Nas cidades bastante turística e com os hotéis concentrados em sua maioria na mesma região, caminhar é uma ótima solução para economizar e conhecer a cidade. Alguns hotéis oferecem transporte gratuitos para pontos turísticos, ajudando também no deslocamento. Como falamos no item #5, hospedar-se perto de onde acontecerá o campeonato de Jiu Jitsu também facilitará sua viagem.

Mas não se engane, algumas cidades podem ser bastante grandes. Pegar um ônibus, taxi ou Uber vai ajudar a percorrer distâncias maiores. Eu ainda considero o aplicativo como a melhor opção custo x benefício, principalmente com 3 ou mais pessoas. Caso você queira conhecer a melhor a cidade ou até visitar algo mais longe, é possível alugar um carro com amigos a partir de USD 60,00 por dia. Além do preço do aluguel, deve-se incluir ainda seguro e a gasolina, incrementando o custo diário.

8. Alimentação para o Campeonato de Jiu Jitsu

Gasto Médio: USD 10,00 a USD 60,00 por dia

Um dos passos mais importante de toda a preparação para qualquer campeonato é a alimentação. Como quando viajamos saímos da nossa rotina, é muito importante ficar atento a este fator. Comer algo não muito diferente do que você faz em casa é uma alternativa boa para seu desempenho e pode aliviar o seu bolso.

Visitar um supermercado como Whole Foods, Walmart ou Ralphs, vai te dar muitas opções de refeição para o tempo de permanência em um país como os Estados Unidos. Caso fique em um hotel sem cozinha ou prefira comer fora, os valor dedicados a alimentação aumentam. Porém, ainda sim, é possível encontrar muitas opções de gastronomia na cidade em praticamente todas as cidades do mundo.

Saiba mais sobre a Dieta Gracie neste post.

9. Atrações

Gasto Médio: Variável

Cassinos, shows, baladas, restaurantes e toda e qualquer forma de atrações 24 horas por dia. É isto e muito mais que você encontrará em cidades como Las Vegas. Na semana do Mundial Master de Jiu Jitsu acontece o Expedia Fit Fest, que conta com a IBJJF Pro League. Este evento com 8 lendas do Jiu Jitsu cuidadosamente selecionados pela pela federação foi um dos maiores do ano. No último alguns dos confirmados foram Roger Gracie, Marcus Almeida “Buchecha”, Leandro Lo e André Galvão.

10 passos para você lutar um campeonato de Jiu Jitsu

Cada cidade tem suas atrações. Se você for lutar no Rio de Janeiro você pode conhecer o Cristo Redentor, ou se for a Nova Iorque pode visitar a estátua da liberdade. Uma das grandes alegrias de viajar ao mundo lutando campeonatos de Jiu Jitsu é conhecer novos lugares. Cada um com a sua particularidade, cada cidade trará muitos ensinamentos.

10. E no final das contas?

Para você participar de qualquer campeonato de Jiu Jitsu no mundo basta querer. Um bom planejamento pode levar você a lugares inacreditáveis. Conhecer novos Jiujiteiros, pontos turísticos e voltar com uma bagagem de experiência são apenas alguns dos benefícios que você adquire com uma viagem.

Lembre-se, estão são os itens que você deve ficar atento:

  • Passagem Aérea
  • Seguro de Viagem
  • Hospedagem
  • Aluguel de carro (opcional)
  • Atrações (opcional)
  • Consultoria de Viagem


Você já foi viajar pelo Jiu Jitsu? Ja lutou algum campeonato de Jiu Jitsu fora da sua cidade? Se gostou, deixe seu comentário abaixo! Também não se esqueça de visitar o BJJ Nerd no Facebook, Instagram e Youtube.

10 passos para o campeonato de Jiu Jitsu

Deixe uma resposta