fbpx

Presente nos quatro cantos do globo, a Gracie Barra é a equipe que ostenta o maior número de filiais pelo mundo. Já nos dias de hoje, a academia especializou-se em entregar o “Jiu Jitsu para Todos”, oferecendo a seus professores e instrutores uma estrutura de ensino e gestão rica. A franquia já possui mais de 500 escolas espalhadas pelo mundo e continua crescendo.

Porém, apesar do seu foco competitivo haver diminuído, a equipe não deixa de estar em evidência nos maiores campeonatos da arte suave. Nomes como Felipe Preguiça, Gabriel Arges e Edwin Najmi fazem parte da nova geração de soldados do escudo vermelho.

Gracie Barra: “Jiu Jitsu para todos”

Ficha da equipe

  • Equipe: Gracie Barra
  • Fundadores: Carlos Gracie Jr., junto de Crolin Gracie, Rilion Gracie, Irmãos Machado e Zé Beleza
  • Ano de fundação: 1986
  • Linhagem: Academia Gracie > Gracie Barra


Surgimento da Gracie Barra: Rolls Gracie

Apesar de sua fundação datar originalmente de 1986, a história da Gracie Barra pode ser melhor compreendida se voltarmos alguns anos antes.

Rolls Gracie era um jovem promissor. Desde sua juventude era reconhecido pela família por sua genealidade e vigor físico. Aos 16 anos já havia recebido sua faixa preta e se especializara não apenas no Jiu Jitsu, mas em outras artes como a Greco-Romana e o Sambô. Segundo Carlos Gracie Jr., Rolls era a ligação entre o “Jiu Jitsu tradicional” e o “Jiu Jitsu Moderno”.

rolls-gracie-barra
A lenda da família, Rolls Gracie.

Rolls poderia ter feito muito mais pela arte suave. Porém, um triste acidente de asa delta deixou sua história em aberto, com apenas 31 anos. Além disso, deixou “órfãos” seus alunos de sua filial da Academia Gracie, que na época apresentava-se como uma das mais fortes do cenário do Rio de Janeiro.

Surgimento da Gracie Barra: Carlos Gracie Jr.

Carlinhos Gracie, como era conhecido por sua família, nasceu em 1956. Desde garoto, estava junto de seus irmãos no tatame e esteve ligado a filosofia da arte suave. Além de receber o nome de seu pai, Carlos Gracie (conheça mais a história do fundador do Jiu Jitsu clicando aqui), Carlinhos herdou a mente aberta de seu irmão Rolls Gracie.

Além estudante e eventualmente instrutor da arte suave na Academia Gracie, Carlinhos foi um forte adepto da Dieta Gracie. Isso levou o jovem a estudar também Nutrição.

Com o passar do tempo e o desenvolvimento da sua técnica, Carlinhos tornou-se instrutor de Jiu Jitsu, inicialmente na Escola Gracie. Porém, na sequência, começou a ajudar seu irmão Rolls, em sua filial na Copacabana. Durante sete anos esteve muito ligado a Rolls, até a triste tragédia que levou o promissor Gracie.

A academia de Copacabana então teve Carlinhos como instrutor principal, durante alguns anos. Porém, o desejo de criar sua própria academia levou Carlinhos a explorar novas áreas do Rio de Janeiro.

Um tiro no escuro: A mudança para Barra da Tijuca

Durante os anos 80, o Gracie Jiu Jitsu estava concentrada na “Zona Sul” carioca. A popularidade do Jiu Jitsu na região era crescente. Porém, a “Zona Oeste” carioca ainda estava em expansão e pouco se conhecia o Jiu Jitsu por lá.

Carlinhos decidiu explorar novos ares e montar sua nova escola no bairro da Barra da Tijuca. Junto dele nesse projeto estavam Rilion e Crolin Gracie, além de seu amigo Zé Beleza. O nome “Gracie Barra” foi dado para diferenciar a academia da conhecida “Academia Gracie”.

barra-da-tijuca
Barra da Tijuca na época. Apesar da populosa praia, a região ainda não era muito habitada e o Jiu Jitsu lá era pouco difundido.

Inicialmente a escola recebia 20 alunos, porém sua expansão foi meteórica. No primeiro aniversário, a academia já contava com um total de 200 alunos e o espaço começou a ficar pequeno. Foi então que o quartel general da Gracie Barra mudou-se para o prédio em que até hoje está.

Conheça também a história do GMI Hélio Gracie neste post.

Os primeiros anos da Gracie Barra

A filosofia de “Jiu Jitsu para Todos” era implementada desde os primórdios. Porém, o lado competitivo da Gracie Barra também se desenvolveu fortemente. Nos anos seguintes, os alunos da Gracie Barra já encaravam as grandes equipes – como a Carlson Gracie – nas competições locais.

Desde a sua fundação, alguns de seus alunos mais fiéis seguiram o seu caminho até a Barra da Tijuca para continuar a treinar com Carlinhos. Nomes como Renzo e Ryan Gracie estiveram com Carlinhos desde a fundação. Além disso, Jean Jacques Machado, um dos irmãos Machado, foi o braço direito de Carlinhos durante alguns anos.

carlinhos-gracie-jr-gracie-barra

Pouco a pouco a Gracie Barra se desenvolveu e era frequentada pelo mais diverso público. Eram comuns os praticantes engenheiros e médicos, além dos inúmeros surfistas da região que buscavam a arte.

Gracie Barra e o Jiu Jitsu Esportivo

Os anos 90 foram fundamentais para a expansão da Gracie Barra no cenário competitivo. Seus jovens talentos revolucionaram a forma como o Jiu Jitsu era tratado. Muitas posições novas surgiram de lá, trazidas por nomes como Nino Schembri, com a sua flexível guarda aberta e ataques de omoplata.

Além disso, Roberto “Roleta” Magalhães trouxe a guarda invertida e Roberto Gordo especializou-se na meia guarda. Já “Tinguinha” assustou os passadores ao usar a Guarda Aranha enquanto Renzo Gracie revolucionou com a guarda de gancho.

Para completar, Carlinhos Gracie Jr. levantou fundos, em 1994 para organizar a CBJJ (Confederação Brasileira de Jiu Jitsu). Foi no mesmo ano que foi realizado o primeiro Campeonato Brasileiro de Jiu Jitsu. Pela primeira vez, as regras de uniformização e competição estavam padronizadas, apesar das grandes mudanças que sofreram ao longo dos anos.

cbjj-logo-gracie-barra
A Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu foi idealizada e presidida por Carlinhos.

Mas foi durante os anos 2000 que a Gracie Barra solidificou sua dominância. Formou diversos campeões mundiais, como Márcio Feitosa, Roger Gracie, Hélio Moreira, Roberto Gordo, Roberto “Roleta”. Após o título mundial de 96, a equipe ainda conquistou o feito em 00, 02, 03, 04, 05 e 07.

Conheça a história de outras grandes equipes, como a Alliance Jiu JitsuAtos Jiu Jitsu e a Checkmat BJJ.

Diferenças internas na Gracie Barra

Apesar do sucesso da equipe, muitas diferenças internas acabaram em rompimentos ao longo da história. Nomes como Maurício “Tinguinha”, Hélio “Soneca” e Alexandre “Soca” deixaram o time por motivos pessoais.

Já Roberto “Gordo” acabou deixando a equipe em 2007, quando fundou a Gracie Fusion, que se tornou Gordo Jiu Jitsu na sequência. Roger Gracie, o maior nome da história do Jiu Jitsu esportivo, também deixou a Gracie Barra após diversos títulos. Sem romper relações, ele fundou sua equipe Roger Gracie, na Inglaterra. Zé Beleza, responsável por popularizar o Jiu Jitsu entre as crianças, fundou sua própria escola, Escola de Jiu Jitsu Leão Teixeira.

otavio-souza-gracie-barra
Apesar de ser aluno de Zé Radiola, Otávio manteve-se como GB após a dissolução.

O rompimento mais significativo na atualidade, foi o de Zé Radiola. Zé, que levantou nomes como Braulio Estima, Victor Estima e Otávio Souza, teve suas diferenças internas com Carlinhos Jr. No ano de 2016, acabou fundando a ZR Team, levando muitos de seus alunos com ele.

Gracie Barra na atualidade

O grande lema da Gracie Barra é “Jiu Jitsu para Todos”. Não é atoa que a equipe já espalha mais de 500 filiais ao redor do mundo. A academia se especializou em entregar aos professores uma estrutura sólida para ensino, padronizando uniforme e aulas e vendendo muitos artigos com o Escudo Vermelho.

gracie-barra-ao-redor-do-mundo
Gracie Barra ao redor do mundo.

Ao longo dos anos, o poder competitivo da Gracie Barra diminuiu, apesar do seu grande crescimento em número de alunos. Apesar dessa queda, ainda são fortes os nomes de competidores jovens e promissores da GB. Um forte exemplo é Felipe Pena, que atualmente é o campeão absoluto do ADCC. Gabriel Arges, que se sagrou bicampeão mundial na faixa-preta defende a equipe junto de Edwin Najmi, AJ Agazarm e muitos outros.

Filiais da Gracie Barra

  • Gracie Barra Matriz (Rio de Janeiro);
  • Gracie Barra Northridge (Romulo Barral);
  • Gracie Barra Birmingham (Bráulio Estima);
  • Gracie Barra BH (Draculino);
  • Gracie Barra Felipe Preguiça;
  • Gracie Barra Huntington Beach (Otávio Souza);
  • Gracie Barra Curitiba (Rodrigo Fajardo);

Principais Atletas

  • Marcio Feitosa;
  • Roberto “Roleta”;
  • Roberto “Gordo”;
  • Cristiano Lazzarini;
  • Romulo Barral;
  • Braulio Estima;
  • Victor Estima;
  • Ana Laura Cordeiro;
  • Vinicius “Draculino”;
  • João “Zé Beleza” Teixeira;
  • Felipe “Preguiça”;
  • Gabriel Arges;
  • Edwin Najmi;
  • E muitos outros…

Visite agora a Gracie Barra Northridge

Na primeira temporada da série “O Caminho para o Sucesso” a BJJ Nerd esteve com Romulo Barral em Los Angeles. Lá, foi documentada toda a preparação da equipe para o desempenho no Mundial de 2017. Nomes como Gabriel Arges, Felipe Preguiça e o próprio Barral, contaram os segredos para o sucesso da equipe no esporte.

Para conferir a série, acesse o BJJ Nerd Club clicando AQUI.


Se gostou, deixe seu comentário abaixo! Também não se esqueça de visitar o BJJ Nerd no Facebook, Instagram e Youtube.

Gracie Barra: A História do Escudo Vermelho

Deixe uma resposta