fbpx

Essa é uma pergunta muito comum vinda dos iniciantes de Jiu Jitsu. Em meio a tantos conceitos, técnicas e fundamentos, fica difícil para o praticante faixa branca saber se direcionar.

E foi por isso que a BJJ Nerd criou o “Manual do Faixa Branca”, um guia com os conceitos e técnicas que um faixa branca precisa saber para se destacar.

Primeiramente devemos lembrar que cada equipe possui sua própria metodologia. O nosso objetivo não é empurrar o nosso estilo de ensino de Jiu Jitsu, mas sim suplementar o treino que você já faz em sua academia.

Portanto, em nosso manual, focamos em explicar de forma detalhada as técnicas mais comumente ensinadas aos iniciantes de Jiu Jitsu. O manual começa com os fundamentos e drills solo, passando pelas defesas das maiores “roubadas” do Jiu Jitsu e também pelos ataques, a partir das posições mais conhecidas.


Introdução ao Manual do Faixa Branca

Acreditamos que os conceitos no Jiu Jitsu são mais importantes que as técnicas em si. Por exemplo, de que adianta um faixa branca saber 5 técnicas diferentes para abrir a guarda, se ele não entende os conceitos de base e postura? É provável que ele seja raspado antes que tente a primeira técnica!

Pode soar contraditório o fato de que decidimos focar o nosso manual na explicação das técnicas. O motivo disso é que, as técnicas explicadas são uma forma prática e simplificada de explicar os conceitos, que são a parte mais importante.

Com cada uma dessas técnicas, explicamos os conceitos fundamentais, que se repetem de exemplo em exemplo. Além disso, buscamos cobrir a aplicação em Jiu Jitsu Esportivo e de Defesa Pessoal de cada uma que julgamos necessário.

Fundamentos e Drills de Aquecimento

A melhor forma de acostumar o iniciante aos movimentos do Jiu Jitsu é a partir dos drills fundamentais.

Esses movimentos servem para que o praticante crie a memória muscular necessária a prática. Ao dominar os movimentos fundamentais de forma “solo” (sem um parceiro), o praticante pode seguir para a prática das técnicas e fundamentos diretos (com um parceiro).

Existem diversos movimentos básicos que se incluem nesse tópico. Porém, escolhemos os mais comuns dentre as equipes de Jiu Jitsu. É provável que, após aprender a arrumar seu kimono a amarrar a faixa, você passe a aprender os seguintes movimentos:

  • Fuga de Quadril (ou Saída de Quadril);
  • Fuga de Quadril virando de Quatro Apoios;
  • Rolamentos (Para Frente, para Trás e Lateral);
  • Ukemis (Exercícios de absorção de quedas);
  • Ponte de ombro;
  • Levantada Técnica.

Sobrevivência e saídas de finalizações

“Seja o prego hoje para tornar-se o martelo amanhã”.

Esse é um ditado comum nas academias de Jiu Jitsu, direciona aos iniciantes. Ele explica que, antes que você domine as técnicas de ataque, é necessário aprender a se defender.

Por isso, não é a toa que o segundo módulo, após os fundamentos do Jiu Jitsu, é o de “Sobrevivência e Saídas de Finalização”.

Aqui, buscamos simplificar o entendimento e focar nas situações mais comuns do Jiu Jitsu. Portanto, é necessário a um faixa branca dominar ao menos uma defesa de cada uma das situações listadas abaixo:

  • Sobrevivência e saída da Montada;
  • Reposição de Guarda da Montada;
  • Sobrevivência e saída das Costas;
  • Sobrevivência e saída do Controle Lateral (100kg);
  • Reposição de Guarda dos 100kgs;
  • Sobrevivência e saída do Joelho na Barriga;
  • Sobrevivência e saída do Quatro Apoios;
  • Defesa do Triângulo;
  • Defesa de Chaves de Braço (Arm Lock, Kimura, Americana…);
  • Defesa de Gravatas (Guilhotina, Mata-Leão e Gravata Lateral);

Em pé

O combate do Jiu Jitsu se inicia no chão, certo? Errado!

Na verdade, mesmo em pé, podemos utilizar muito dos fundamentos do Jiu Jitsu. Ele ensina, em situações de Defesa Pessoal, como se portar em um combate iniciado em pé. Isso vai desde o controle de distância e o clinche até as formas de derrubar e cair com segurança.

Já no Jiu Jitsu Esportivo, apesar de boa parte da luta se desenrolar no chão, o combate inicia em pé. Mesmo que você prefira lutar no chão, é necessários derrubar ou puxar o adversário para a guarda de forma segura, que são também tópicos desse módulo.

  • Como cair com segurança;
  • Quedas de Judô;
  • Quedas de Luta Olímpica (Wrestling);
  • Como puxar para a guarda;

Em nosso curso, buscamos cobrir os fundamentos de cada grupo de quedas, elencando alguns exemplos de técnicas para a prática.

Guarda (Aberta e Fechada)

A guarda (aberta ou fechada) é aquilo que diferencia o Jiu Jitsu das demais artes marciais.

Isso porque boa parte delas não te ensina a lutar com as costas no chão, enquanto o Jiu Jitsu não só ensina a lutar, mas possibilita criar superioridade e vencer o seu adversário dali mesmo!

Portanto, se você quer ter sucesso durante a faixa branca, não seja aquele cara que só joga por cima. Ponha-se na zona de desconforto e trabalhe sua guarda – até que ela vire sua zona de conforto -.

Para uma boa guarda é fundamental: Quadril solto, pegadas firmes, controle de distância, dentre outros.

  • Fechada Ajoelhado:
    • Arm Lock da Guarda Fechada;
    • Kimura da Guarda Fechada;
    • Estrangulamento da Guarda Fechada;
    • Raspagem de Kimura;
    • Raspagem Clássica com Pegada na Calça;
  • Fechada em Pé:
    • Muscle Sweep;
    • Raspagem com Pegada nos Calcanhares;
  • Guarda Aberta:
    • Como repor a Guarda Fechada;
    • Triângulo da Guarda Aberta;
    • Raspagem de Tripé;
    • Raspagem de Tesoura;
    • Raspagem de De La Riva;
    • Raspagem de Gancho;
    • Pegada de Costas da Meia Guarda Esgrimada;

Passagem de Guarda

Você conseguiu derrubar ou raspar o seu adversário e agora está por cima dele. É hora de buscar o melhor posicionamento para o controle e a finalização!

O que tem de mais perigoso que as pernas de seu adversário? Elas podem chutar e podem empurrar. Além disso, são responsáveis por atacar Arm Lock, Triângulo, Omoplata e outras diversas finalizações.

Passar a Guarda pode ser um conceito estranho ao iniciante. Porém, de forma simplificada, o ato de passar a guarda se resume a transpor a barreira das pernas, buscando um posicionamento mais dominante e seguro, que permite o controle ou a finalização.

Portanto, de nada adianta um faixa branca derrubar ou raspar bem, se, ao cair por cima, for finalizado em um triângulo!

A guarda do seu adversário é perigosa e, para você se dar bem em qualquer faixa, é preciso saber passá-la. Aqui vão algumas das mais comuns (e eficientes) técnicas de passagem de guarda conhecidas:

  • Abertura de Guarda de Joelhos;
  • Abertura de Guarda em Pé;
  • Como engajar na Guarda Aberta;
  • Passagem de Guarda Ajoelhando pro Mesmo Lado;
  • Passagem de Guarda Cruzando o Joelho;
  • Passagem de Guarda Montando;
  • Passagem de Guarda Emborcando;
  • Passagem de Guarda Meia-Emborcada (Over Under);

Controle Lateral (Posição de 100kgs)

O Controle Lateral (também conhecido como posição de 100kgs) é uma das situações mais seguras na arte suave. Agora a força das pernas de seu adversário estão neutralizadas e são mínimas as chances de ele te finalizar.

Pensando em defesa pessoal, que dano o atleta que está por baixo poderá infligir no outro? Chutes e socos a partir dessa posição não seriam nada eficientes.

Então, após passar a guarda de seu adversário, estabilize os 100kgs. Abraçar a cabeça e ganhar a esgrima podem te ajudar, porém não são a única forma de segurar o oponente. O importante é sempre anular o quadril de seu adversário e manter-se colado ao peito, para que você fique mais pesado ao ser empurrado.

Em nosso módulo de “Controle Lateral”, explicamos as seguinte técnicas. Cada um desses tópicos é essencial a qualquer faixa branca que deseja ser graduado:

  • Controle do 100kg;
  • Como avançar para a Montada;
  • Controle com o Joelho na Barriga;
  • Chave Americana do 100kg;
  • Estrangulamento do 100kg;
  • Drill de Movimentação do 100kg;

Montada

A montada, junto com o controle das costas, são as posições mais domintantes do Jiu Jitsu. Isso porque, uma vez nessa posição, fica quase impossível ser finalizado ou sofrer algum dano físico.

Segurar a montada, porém, não é uma tarefa fácil. Por isso, o primeiro ponto é ter um bom controle da montada. Base sólida, joelhos colados no adversário e uma mão livre para fazer base são pontos importantes para você se atentar.

  • Controle da Montada;
  • Transição da Montada para as Costas;
  • Estrangulamento Cruzado da Montada;
  • Chave Americana da Montada;
  • Arm Lock da Montada;
  • Estrangulamento Ezequiel da Montada;

Costas

Para finalizar, uma das situações mais dominantes da arte suave (junto da Montada).

costas-jiu-jitsu

O motivo dessa superioridade não é difícil de entender: enquanto o atleta de BRANCO está de frente, o seu adversário está de costas. Consequência disso é que todas as alavancas (braços e pernas) do atleta de AZUL estão em posição de desvantagem anatômica, o que impossibilita qualquer soco, chute ou finalização com precisão e potência.

Perceba a colocação dos ganchos na parte interna das coxas e a posição dos braços. Enquanto a mão direita faz pegada por cima do ombro, a esquerda faz pegada por baixo do braço, permitindo maior controle.

  • Controle das Costas;
  • Transição do Quatro Apoios para as Costas;
  • Transição das Costas para a Montada;
  • Estrangulamento das Costas;
  • Estrangulamento Arco e Flecha;
  • Arm Lock das Costas;

Como aprender tudo isso?

Para facilitar o aprendizado de todos esses conceitos, criamos o “Manual do Faixa Branca“, que conta com mais de 640 minutos de vídeos exemplificando todos os conceitos citados nesse post.

A sequência de vídeos segue a melhor lógica de aprendizado. Além disso, com a didática de Daniel Lima, professor oficial da BJJ Nerd e Campeão brasileiro da CBJJ da Faixa Preta.

Clique aqui para conhecer melhor o “Manual do Faixa Branca”.

Isso é tudo?

Com certeza, não!

Tentamos exemplificar uma parte fundamental do Jiu Jitsu e apresentar ao iniciante as principais possibilidades de defesa e ataque da arte suave.

Porém, cada um desses tópicos é infinito. O Jiu Jitsu se desenvolve mais rápido do que alguém pode aprender.

Por isso, mente aberta e estudo constante são fundamentais para qualquer praticante que pretende manter-se ativo no Jiu Jitsu. E isso vale da faixa branca até a faixa preta!

Por isso, além do “Manual do Faixa Branca”, nosso portal conta com mais de 380 vídeos e 35 horas de conteúdos exclusivos de Jiu Jitsu, que vão de técnicas e instrucionais, até documentários sobre tudo que envolve o Jiu Jitsu Lifestlyle.


E você? Que outras técnicas julga essencial para um bom faixa branca? Responda nos comentários e contribua com essa discussão! Também não se esqueça de visitar o BJJ Nerd no Facebook, Instagram e Youtube.

Quais as melhores técnicas para um faixa branca de Jiu Jitsu?

Deixe uma resposta