fbpx

Treinar Jiu Jitsu com consistência durante um ano inteiro não é nada fácil!

Muitas vezes estamos loucos para pisar no tatame e a decisão de ficar em casa nem passa pela nossa cabeça.

Porém, em outros momentos, a rotina estressante do dia-a-dia e o cansaço da semana tentam nos impedir de tomar a iniciativa. Depois de um longo dia de trabalho é MUITO mais fácil sentar no sofá e relaxar assistindo Netflix do que vestir o kimono e tomar um amasso dos colegas.

E foi inspirado nesses dias (que TODOS, independente de graduação, temos) que escrevi esse post.


A diferença entre o novato e o campeão

Muitos novatos, ao se deparar com esses dias, acreditam que o Jiu Jitsu não é para eles. São momentos em que a paixão pela arte suave parece distante e o sujeito acaba pensando que talvez “nem goste tanto de treinar assim…”!

Na verdade, em nossas cabeças, surgem mais de 100 motivos para faltar aquela aula.

“Hoje o dia foi muito cansativo… Se eu for treinar, vou só apanhar!”

“Como vou secar o kimono depois com essa chuva?”

“É melhor usar esse tempo para adiantar aquele trabalho da faculdade”

“O treino ontem foi pesado. Ainda não me recuperei bem…”

“Amanhã estarei mais disposto e não faltarei, com certeza”

E é aí que se separam os “homens dos meninos”:

A diferença entre um campeão e um iniciante não é que o campeão está sempre motivado. Na verdade, ele passa por esses momentos tanto quanto o iniciante – e muitas vezes até mais -.

Quando falo em campeão não me refiro ao atleta que compete e possui títulos, mas sim naquele praticante que tem consistência e disciplina para estar no tatame sempre que possível.

O que destaca o campeão, na verdade, é que ele não se perde com desculpas. O campeão possui sua própria receita para “driblar” esses dias. Isto é, de alguma forma o campeão possui em sua cabeça que faltar aquele treino não é uma opção.

O que fazer nesses casos?

Encontrar motivação não é fácil. E muitos vezes não é esta a verdadeira solução.

Talvez você não goste do falastrão Chael Sonnen. Porém, em um discurso motivacional para alguns de seus alunos, o ex-lutador do UFC apresentou uma sabedoria incrível.

Segundo ele, o simples fato de você estar no tatame treinando já significa que você venceu 80% da batalha.

Isso quer dizer que, mesmo nos dias em que você está sem energia e motivação nenhuma para treinar, você ainda está evoluindo se tomar a simples decisão de estar presente no treino.

Every night, guys will find 100 reasons not to go to practice.  You’ve got to find that one reason, why you want to be here.  One reason to walk through those doors.  Then, an hour later its all done, and you got a little bit better…”

“Toda noite, as pessoas encontrarão 100 motivos para não ir treinar. Você deve procurar aquele único motivo, para qual você quer estar lá. Um motivo para entrar naquela porta. Então, 1 hora depois está tudo feito e você está um pouco melhor do que estava ontem.”

De fato, o campeão não precisa estar motivado para ir treinar.

Se você sente que está sem Gás no Jiu Jitsu, talvez esteja cometendo um desses erros! Leia isso agora para saber.

Treinando sua força de vontade

Agora pense comigo: imagine que você tenha a capacidade de nunca faltar um treino, mesmo quando estiver com o tanque vazio e zero disposição.

Muitos acreditam que essa força de vontade é inata: ou você tem, ou você não têm.

Na verdade, ninguém nasce com isso. A força de vontade se desenvolve, na verdade, como qualquer coisa no Jiu Jitsu: com muita repetição!

Cada vez que você repete aquela saída da montada, mais fácil fica para tirar o seu colega lá de cima na hora do rola, não é mesmo?

Na prática, cada vez que você treina sua força de vontade, mais fácil fica ir para o treino da próxima vez que você se sentir cansado e sem motivação.

Portanto, a melhor coisa a fazer hoje é treinar. Mesmo que você tome aquele amasso e bata mais de 2 vezes em todos os rolas, uma coisa você treinou: sua força de vontade.

jiu jitsu cansado
Esse é o espírito do #EveryDayPorrada: Mesmo nos dias em que você possui 100 motivos para não estar ali, você veste kimono e vence essa guerra, apesar de tudo. Fonte: IBJJF

“Não posso, tenho treino!”

Muitas distrações aparecerão em seu caminho. Aquele filme novo estreando no cinema, os amigos chamando pra tomar uma gelada, o jogo do seu time do coração… tudo isso será um grande motivo para que você “mutuque” o treino de Jiu Jitsu.

É nessas horas que você deve repetir esse mantra, como um verdadeiro escudo contra distrações: “Não posso, tenho treino!

No entanto, responder isso para os outros é fácil! O difícil é convencer aquela pessoa que mais consegue te ludibriar: você mesmo.

Portanto, a melhor forma de treinar sua força de vontade é essa. Cada vez que surgirem desculpas e distrações para você faltar um treino de Jiu Jitsu, responda pra você mesmo:

“Não posso, tenho treino!”

A parte boa da história é que, quanto mais você vencer essa batalha, mais fácil fica ir treinar apesar das desculpas.

Você verá que com o tempo não existirá outra opção. É nesse momento que você romperá a barreira do novato para se tornar um verdadeiro campeão.


E você, que outras formas usa para vencer as desculpas e treinar mesmo assim? Responda nos comentários contribuindo com a discussão! Também não se esqueça de visitar o BJJ Nerd no Facebook, Instagram e Youtube.

 

Como encontrar motivação para treinar Jiu Jitsu hoje?

Deixe uma resposta