fbpx

Independente se você é um praticante amador ou um atleta de elite, seu tempo – assim como sua energia – são limitados.

Isso porque, até o mais focado atleta tem apenas 24 horas disponíveis por dia… e é praticamente impossível treinar mais do que metade desse tempo.

Logo, muitas vezes, a melhor forma de melhorar seu Jiu Jitsu não é treinar mais tempo, e sim treinar de forma mais eficiente.

As 3 formas de aprender Jiu Jitsu

Para que você tenha sucesso no Jiu Jitsu, é necessário, segundo o preparador físico Rafael Ribeiro, levar em conta os 5 pilares da perfomance. São eles o Aspecto Físico, Emocional, Técnico, Tático e Teórico do Jiu Jitsu.

Nesse post falaremos exclusivamente da evolução Técnica. Ou seja, focaremos em como você aprende e se torna eficiente em posições, movimentos e situações de luta para o Jiu Jitsu.

Basicamente, você aprende uma técnica de Jiu Jitsu de 3 formas:

  1. Assistindo alguém repetir;
  2. Repetindo em alguém;
  3. Alguém repetindo em você.

Como você costuma aprender suas técnicas

Durante uma aula, por exemplo, o professor responsável costuma juntar os alunos em círculo para ensinar a técnica do dia. Ao assistir a exibição da técnica de forma consciente e presente, você está dando o primeiro passo do aprendizado.

O número 1 também é válido quando você assiste a seminários, lutas ou vídeo-aulas online de seus atletas ou professores preferidos, como as da BJJ Nerd.

Já a forma número 2, se dá quando você repete a técnica visualizada em seu parceiro de treino. Essa é a forma mais comum de aprendizado utilizada no Jiu Jitsu.

Quanto mais repetições você realizar, maior as chances de sucesso. Porém, é necessário que exista um feedback, seu ou de terceiros, sobre a qualidade do movimento a cada repetição.

Tentativa, erro e correção são indispensáveis nessa etapa. Portanto, a cada repetição seu movimento deve se tornar mais eficiente e fluido.

Porque você desperdiça 50% do seu tempo de prática

Aí que chegamos na etapa 3 do aprendizado: ter alguém repetindo o movimento em você.

Quando o professor ensina um Armlock da Montada, por exemplo, é comum que os bons alunos prestem atenção na explicação e repitam de forma consciente.

Porém, o que diferencia um bom aluno de um aluno excelente, está na 3ª etapa: dificilmente vemos um aluno estar presente enquanto seu colega repete a posição nele!

Vamos pegar o exemplo do Armlock da Montada. O professor define que cada dupla irá repetir a técnica por 2min, intercalados.

Se você prestar atenção nos ótimos alunos, eles estarão sempre focados enquanto a cada detalhe enquanto repetem a posição. Porém, enquanto seu colega repete a posição nele, o aluno ótimo está olhando para o além, esperando o tempo passar.

Mas se você passar a notar os alunos excelentes, eles estão presentes também enquanto repetem a posição nele!

Enquanto seus colegas repetem a posição, ele presta atenção na pegada no braço, assim como no angulo do quadril do colega, a pressão dos joelhos para esticar o braço e assim por diante.

Como aproveitar 100% do meu tempo de repetição

Portanto, se você costuma “viajar” enquanto repetem a posição em você, está na hora de mudar!

Aqui vão algumas dicas para você otimizar seu tempo e treinar de forma mais eficiente, durante o mesmo período de tempo.

  • O que está me deixando mais desconfortável quando ele aplica essa posição em mim?
  • Em que momentos eu poderia defender ou contra atacar essa técnica?
  • Como você evitaria que o seu colega aplicasse essa posição em você?
  • Como você defenderia essa técnica, após encaixada?

Com essas perguntas respondidas, você é capaz de corrigir, quando necessário, o seu colega. Isso lhe ajuda a entender melhor a técnica e, consequentemente, dominá-la melhor.

Além disso, ao entender o pontos de pressão e desconforto, você passa a saber como o adversário se sente quando você aplica essa técnica, e, consequentemente, o que fazer para deixá-la ainda mais desconfortável para o mesmo.

Pode parecer besteira, mas estar presente durante 100% do seu tempo pode fazer muita diferença na velocidade em que você aprende e evolui seu Jiu Jitsu!

Agora é com você!

Portanto, a próxima vez que estiver treinando, que tal experimentar isso?

Ao invés de guardar esse “tempo ocioso” para pensar nas contas que não pagou ou no que vai comer depois do treino, por que não tenta estar presente durante 100% do treino?

Tente isso durante a próxima semana e você se surpreenderá com os resultados. Depois, volte aqui e comente para gente o que achou 😉

E então, o que achou dessa dica? Se você já pratica ou praticou isso, responda nos comentários contribuindo com a discussão! Também não se esqueça de visitar o BJJ Nerd no Facebook, Instagram e Youtube.

Por que você desperdiça 50% do seu treino no Jiu Jitsu (e como mudar isso facilmente)

Deixe uma resposta