fbpx

Por mais que andemos na linha e façamos aquele esforço para que os treinos sejam otimizados e nosso corpo e organismo deem uma resposta positiva, buscando a prevenção de lesões, há sempre alguns obstáculos e empecilhos que atuam de maneira contrária àquilo que definimos como meta ao treinar.

Uma dorzinha chata, uma lesão que não soubemos identificar, cansaço acumulado e fadiga são alguns destes inimigos do nosso bom desempenho nos treinos. Mas na verdade, sabendo identificar estes sinais, podemos fazê-los nossos aliados ao adotarmos novas estratégias de treino, e minimizando e cessando seus efeitos maléficos no organismo.

Veja a seguir o que está atrapalhando sua performance nos treinos e saiba como lidar com estes problemas.


Cansaço/fadiga

De uns tempos pra cá você tem notado uma queda no seu rendimento durante os treinos? Sente uma certa fraqueza, geralmente está com mal humor e algum tipo de dor? É quase certo que você esteja fatigado e esteja enfrentando um quadro de “overtraining”, ou seja, um excesso de treinos que resultam em cansaço devido aos exageros cometidos.

Neste caso, fale com seu treinador e juntos, repensem sua rotina e carga de treinos, diminuindo se necessário e dando um maior intervalo para se recuperar. Isso irá beneficiar sua performance nos próximos treinos e também melhorar o seu sistema imunológico.

Conheça também os 3 pilares para uma vida mais saudável!

Lesão

Identificar uma lesão muitas vezes beira o óbvio durante um treino. Aquela pisada em falso acompanhada de um estalo, ou quando sente romper os ossos ou tendão, são comumente sinônimos de lesões.

O difícil é identificar lesões quando não houve nenhum fato como estes mencionados acima. Como por exemplo, quando “do nada” sente-se dor nas articulações, inflamações, etc.

Uma das causas de lesões mais comuns são devidas à sobrecarga muscular decorrente de movimentos repetitivos, corridas e afins.

Para criar maior força e resistência neste sentido e atuar na prevenção de lesões, oriente-se com seu treinador sobre um treino focado em fortalecimento muscular, por exemplo. E ao sentir dores e inchaço decorrentes das lesões, procure aplicar gelo na área afetada algumas vezes no decorrer do dia.

Outra forma de tratar do problema é manter o local enfaixado. Procure também um ortopedista e/ou médico de sua confiança para fazer o diagnóstico de lesão e efetuar o tratamento mais indicado para cada caso específico.

Dor muscular

O “day after” (dia seguinte) à sessão de treinos costuma ser difícil, com dores em todo corpo e aquela sensação de passar no meio de um moedor? Se você estava ausente dos treinos durante um período, ou está começando agora a rotina de treinos mais intensos, acredite, isto é normal.

Se trata da famosa dor muscular, uma inflamação que ocorre nas fibras musculares, geralmente de 12 até 24 horas após os exercícios. Dessa forma, a musculatura fica mais forte, auxiliando na prevenção de lesões, sendo este um processo normal e essencial do nosso organismo.

Para lidar com a dor muscular, recomenda-se beber bastante líquido (água e isotônico, de preferência), além de priorizar mais a prática de alongamentos, que gradativamente irão atenuar as dores, até que elas cessem, e seu organismo se acostume com a bateria de exercícios.

Fique atento(a): se a dor ultrapassar o limite de 5 dias, é possível que algum tendão ou músculo esteja lesionado de maneira mais grave.

E agora, está mais fácil identificar e diferenciar uma dor muscular, lesão e cansaço? Viram como estes sintomas podem atrapalhar seus treinos? 

Se gostou, deixe seu comentário abaixo! Também não se esqueça de visitar o BJJ Nerd no Facebook, Instagram e Youtube.


Prevenção de lesões: descubra o que atrapalha o seu treino

Deixe uma resposta